Quem tem Melasma pode se Expor ao Sol?

28 de junho de 2020

Nenhum Comentário

Quem me acompanha aqui e no instagram já sabe que tenho meu melasma controlado e por isso faço questão de compartilhar com vocês minha história sobre meu tratamento de melasma.

Como meu melasma surgiu há anos atrás, então era bem mais complicado tratá-lo, até mesmo os profissionais médicos tinham dificuldades tanto para tratar como para nos orientar.

Quando paro para pensar na minha luta contra o melasma lembro de uma determinada situação que me impactou profundamente na minha busca pelo tratamento do meu melasma. Fui para uma consulta médica e no início do atendimento foi alertada que NÃO PODERIA TOMAR SOL, quando escutei aquela fala minhas expectativas em relação ao tratamento do meu melasma foram totalmente destruídas,  no momento pensei: meu Deus, como posso viver sem ter contato com o sol?

Dessa consulta saí com um receituário que nem se quer me interessei em comprar  e infelizmente a partir daquela consulta desisti de tratar meu melasma.

Alguns anos se passaram e o meu melasma continuava me incomodando bastante, principalmente porque eu não estava tendo a oportunidade de fazer algo por mim por não acreditar na existência de opções de tratamento que permitissem clarear minhas manchas sem precisar que eu fugisse do sol.

Enfim, quando eu achei que nada poderia ser feito ou acontecer resolvi pedir a DEUS em oração que a partir daquela oração tudo o que fosse relacionado a minha pele fosse abençoado por ELE. Meu pedido foi atendido e graças a DEUS eu consegui CONTROLAR meu melasma e ter uma vida que pode ter contato com o sol.

Depois dessa oração o melasma tornou-se o meu assunto favorito de estudo e esse meu conhecimento adquirido sobre melasma ao longo dos anos tem contribuído para eu manter meu melasma controlado e atualmente por conta de eu ter me especializado em Farmácia Estética estou tendo a oportunidade também de tratar o melasma de outras pessoas através de consultas farmacêuticas.

Fiz questão inicialmente de relatar parte dessa minha história para responder essa pergunta para vocês: QUEM TEM MELASMA PODE SE EXPOR AO SOL?

A resposta é SIM, desde que estejamos com a pele devidamente PROTEGIDA preferencialmente com um protetor solar de ampla proteção (SPF 50 e PA ++++) na quantidade adequada tanto no rosto como no corpo e em uso de uma potente combinação de antioxidantes orais com dose adequada.

LEMBRANDO que quando estamos em uso de ácidos mesmo com a pele protegida devemos EVITAR NOS EXPOR DIRETAMENTE AO SOL.

Particularmente não curto exposição prolongada ao sol, principalmente porque quero envelhecer bem, ou seja com uma pele bem cuidada, então quando vou à praia ou na piscina procuro sempre ir nos horários que são menos prejudiciais à pele (antes das 10:00 h e depois das 16:00 h) e quando não é possível ir nesses horários eu obrigatoriamente busco um local que tem sombra e tomo rápidos banhos de mar para evitar um maior contato direto tanto com o calor e com o sol.

E depois de um lindo dia de sol os cuidados com a pele continuam em casa com o uso de produtos tópicos de ação hidratante e fortalecedor de barreira cutânea e uso de nutricosméticos orais que irão auxiliar na produção de colágeno e na renovação da pele.

Beijos e até o nosso próximo post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *